Arquivo para 3 de agosto de 2010

Charge Duke

Mais em;
http://www.dukechargista.com.br/

Anúncios

Mesmo sem a torcida azul, Wellington Paulista marca golaço, que confirma mais uma vez a supremacia Celeste no maior clássico de Minas Gerais

O Cruzeiro bate mais uma vez o Atletico e se aproxima do G-4 com o resultado do clássico

Por Tiago Evaristo;

Bem vindos amigos do Celeste blog! Mais um clássico se passou! E mais uma vez o Cruzeiro no ambiente adverso que a Arena do Jacaré proporcionou venceu o arquirrival no maior clássico das Minas Gerais, confirmando assim a supremacia azul no estado. Fato incontestável, pois as estatísticas não mentem. Nas últimas 16 partidas entre Cruzeiro X Atlético, foram 13 vitórias do Cruzeiro, 2 empates e apenas 1 derrota.

11 contra todos…

Por questão de segurança, a entrada no estádio do Jacaré foi limitado apenas ao torcedor da equipe mandante no jogo, ou seja, somente a torcida do Atlético pode comparecer ao estádio, o que gerou um enorme ambiente hostil para a equipe Cruzeirense, que teve de jogar sem sua torcida. Uma pressão a mais tanto para a equipe quanto para o técnico Cuca, que estreava no clássico.

Não basta vencer, tem que fazer golaço

Como era de se esperar, o Galo começou impondo pressão e o seu lentíssimo ritmo de jogo. Logo no primeiro minuto de partida Diego Tardelli, chutou cruzado o que exigiu uma ótima defesa do melhor goleiro em atuação no Brasil, “Fábio”, no rebote Diego Souza quase marcou. Sem muito esperar novamente Diego Tardelli e Diego Souza, foram os principais armadores de jogada do time alvinegro, e os que mais levaram perigo ao arco Celeste. Já a equipe da toca procurou, prender o seu jogo para melhor “sentir” a pressão do ambiente hostil em que jogava. A equipe procurou manter maior posse de bola. Assim mais cedo ou mais tarde a equipe adversária iria sentir o “próprio veneno”, a da torcida jogando contra.

Quem não faz toma

O Atlético-MG, com jogadas pela direita do ataque, chegava com frequência. O que não demorou muito para destacar o goleiro Fábio devida as suas belas defesas. Se o Mano acha o Jefferson do Botafogo melhor, na verdade quem perde e a Seleção Brasileira.

Tamanha falta de sorte do time alvinegro foi compensada. Aos 33 min, no seu primeiro chute ao gol, Fabrício no meia em velocidade e lançou um toque preciso para Wellington Paulista. O atacante dos gols bonitos, driblou o corpo de Werley e chutou forte, de fora da área no ângulo direito de Fábio Costa. Que somente teve o trabalho de olhar o trajeto da bola rumo ao gol. 1 x 0. Diego Tardelli, que vinha péssimo na partida, foi tirar satisfações com o zagueiro que foi driblado Werley. Houve uma forte discussão. Os propios jogadores tiveram que apaziguar os ânimos dos companheiros… Fernandinho ex-Cruzeiro foi o melhor jogador em campo do Atlético. Correu, marcou, atacou e criou. Foi dele que surgiu mais uma grande oportunidade perdida para o time adversário. Ao cruzar para Diego Souza, que recebeu à frente da zaga e tocou de raspão. A bola, por capricho do destino, tocou na trave esquerda de Fábio.

Com um a menos do segundo tempo, a supremacia e confirmada
Antes do final do jogo, o quase perseguido Vanderlei Luxemburgo ainda deixou sua equipe mais ofensiva, colocando Obina no lugar de Werley. Outra substituição foi Zé Luís no lugar de Diego Macedo. O que “sabiamente” deixou o time do Galo mais vulnerável ainda. Assim a equipe de Cuca ficou mais consistente e objetiva em campo partindo daí para o domínio total da partida.

Diego Renan foi um jogador que também mereceu destaque na partida, pois teve uma evolução muito grande do primeiro para o segundo tempo. Foi uns dos responsáveis pela quantidade de chutes e posse de bola aumentar consideravelmente. Aos 37min da etapa final Gil levou o cotovelo no rosto do atacante Tardelli, e foi corretamente expulso. Embora a coerência do juiz tenha sido certa, o mesmo errou segundos atrás quando o próprio atacante que sofreu falta intencionalmente pisoteou o lateral Jonathan caído no chão.

Obina mais uma vez esquentando a cabeça...

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 19 pontos, ocupando ainda a 6ª posição, junto com a equipe do Avaí. O Galo segue firme na zona de rebaixamento, com apenas 10 pontos, em 12 rodadas. O que lhe dá o direito de ocupar somente a penúltima colocação. A Raposa jogará novamente no domingo, dia 8, contra o Grêmio Prudente, no Ipatingão, às 18:30hrs.

ATLÉTICO-MG 0 X 1 CRUZEIRO
Motivo: 12ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG
Data: 01/08/2010 (domingo)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa/SP)
Público: 12.340 pagantes
Renda: R$ 265.775,00
Gols: Wellington Paulista, aos 32 min do primeiro tempo

Atlético-MG
Fábio Costa; Jairo Campos, Werley (Obina) e Cáceres; Diego Macedo (Zé Luís), Serginho, João Pedro, Ricardinho (Leandro) e Fernandinho; Diego Souza e Diego Tardelli
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Cruzeiro
Fábio; Jonathan, Gil, Edcarlos e Diego Renan; Fabrício (Elicarlos), Fabinho, Marquinhos Paraná e Everton (Rômulo); Thiago Ribeiro (Robert) e Wellington Paulista
Técnico: Cuca

Cartões amarelos: Thiago Ribeiro, Edcarlos e Everton (Cruzeiro); Obina (Atlético-MG)
Cartão vermelho: Gil (Cruzeiro)


Meu Perfil;

Acadêmico de direito, colunista do Jornal Folha do Lago, blogueiro por opção e com opinião, Praticante de Jiu-Jitsu, Cruzeirense apaixonado pelo melhor time brasileiro do século XX. Fui testemunha ocular de grandes jogos, e grandes jogadores. Imparcialidade, seriedade, e credibilidade ao nosso futebol mineiro, e claro, o nosso querido clube "Celeste", o terror da Sulamérica.

O que você acha?

Mais enquetes em 2012!

Agenda Celeste

agosto 2010
S T Q Q S S D
« jul   set »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Adicione seu email e clique para assinar nosso blog e receber notificações de novos artigos por email grátis!

Junte-se a 5 outros seguidores

Anúncios