Analisando o retrospecto dos prêmios de melhor do mundo Fifa X Copa do Mundo

Ser eleito melhor jogador do mundo pela FIFA, entidade máxima do futebol, é o ápice da carreira de todos os jogadores de futebol. Contratos milionários, prêmios, reconhecimento mundial e convocações para seleções são benefícios constantes na vida de um melhor do mundo. No entanto, um “fantasma” insiste em assombrar tais jogadores em Copas do Mundo. Acontece que quem disputa uma Copa do Mundo como o melhor jogador do planeta, fracassa e sua seleção não consegue ser campeã ao final do mundial. Desde 1991, quando o prêmio foi criado, nenhum jogador conseguiu ser melhor do mundo em um ano e no outro ano ser campeão do mundial. Talvez a pressão de estar sob os olhares do mundo todo abala psicologicamente o atleta, que não consegue repetir as atuações que o consagrou um ano antes. Assim aconteceu com Roberto Baggio, o melhor do mundo em 1993 levou a Juventus ao título da Liga dos Campeões da Europa no mesmo ano, mas no ano seguinte perdeu um pênalti que o título da Copa de 94 ao Brasil, restando à Itália amargar um 2º lugar nos Estados Unidos.

O brasileiro Ronaldo também foi assombrado pelo “fantasma de melhor do mundo”. Eleito o melhor futebolista do planeta em 1996 e 1997, Ronaldo chegou ao mundial da França em 98 como protagonista, e todos apostavam no Brasil como favorito á conquista daquela Copa. No entanto a Seleção Canarinho perdeu tragicamente a final e a França foi campeã em casa.

Em 2001 o português Luis Figo foi eleito o melhor do mundo e no ano seguinte a história se repetiu. O craque português decepcionou e sua seleção foi eliminada na primeira fase do mundial organizado por Japão e Coreia do Sul em 2002. O campeão desta competição foi o Brasil, ao derrotar a Alemanha por 2×0 na final.

Outro brasileiro foi assombrado por tal “fantasma”. Assim como Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho chegou à Copa de 2006 como bicampeão de melhor do mundo (2004 e 2005). Nestes dois anos Ronaldinho Gaúcho “gastou a bola”, jogou muito, “carregou o Barcelona nas costas” e levou o time espanhol à conquista da Liga dos Campeões da Europa em 2006 (antes da Copa). Porém na Copa, Ronaldinho fracassou, não jogou o “futebol-show” que estava acostumado a praticar e a Seleção brasileira foi eliminada nas quartas de final ao perder para a França por 1×0, gol de Henry. Estamos em ano de Copa do Mundo e no ano passado, o argentino Lionel Messi foi eleito melhor jogador do mundo. “E agora Messi? Você será capaz de espantar o fantasma e levar a Argentina à conquista da Copa”?! Como um bom brasileiro, espero que o fantasma assombre Messi na Copa e que a Argentina não seja campeã!

Por outro lado, um país campeão da Copa, sempre teve um jogador eleito o melhor do mundo no fim do ano. Assim aconteceu com Romário, Zidane, Ronaldo e Cannavaro. O “Baixinho” ajudou o Brasil a ser campeão da Copa em 94 e no fim do ano foi eleito o melhor do mundo pela FIFA. Em 1998 o fato se repetiu, a França foi campeã do mundial e o francês Zidane tornou-se o melhor do mundo no fim do ano. Em 2002, ocorreu novamente a coincidência. Na Copa da Alemanha o Brasil foi o campeão e, no fim do ano, a FIFA premiou Ronaldo como melhor do mundo naquele não. Por fim, em 2006 a Itália foi campeã da Copa e o italiano Fábio Cannavaro foi o melhor do mundo no mesmo ano.

O Brasil é o país com mais troféus de melhor do mundo, oito ao total, seguido de longe por França(3), Itália(2) e Portugal(2). Ronaldo(3), Ronaldinho Gaucho(2), Rivaldo, Romário e Kaká já receberam pelo Brasil.

Confia abaixo a lista completa de melhores do mundo desde 1991.
2009- Messi – Argentina
2008- Cristiano Ronaldo – Portugal
2007- Kaká – Brasil
2006 – Cannavaro – Itália
2005 – Ronaldinho – Brasil
2004 – Ronaldinho – Brasil
2003 – Zidane – França
2002 – Ronaldo – Brasil
2001 – Luis Figo – Portugal
2000 – Zidane – França
1999 – Rivaldo – Brasil
1998 – Zidane – França
1997 – Ronaldo – Brasil
1996 – Ronaldo – Brasil
1995 – George Weah – Libéria
1994 – Romário – Brasil
1993 – Roberto Baggio – Itália
1992 – Marco Van Basten – Holanda
1991 – Lothar Mattaus – Alemanha

Postado e revisado por Evaristo, Escrito por Jefferson Sifuentes

Anúncios

0 Responses to “Analisando o retrospecto dos prêmios de melhor do mundo Fifa X Copa do Mundo”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




Meu Perfil;

Acadêmico de direito, colunista do Jornal Folha do Lago, blogueiro por opção e com opinião, Praticante de Jiu-Jitsu, Cruzeirense apaixonado pelo melhor time brasileiro do século XX. Fui testemunha ocular de grandes jogos, e grandes jogadores. Imparcialidade, seriedade, e credibilidade ao nosso futebol mineiro, e claro, o nosso querido clube "Celeste", o terror da Sulamérica.

O que você acha?

Mais enquetes em 2012!

Agenda Celeste

abril 2010
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Adicione seu email e clique para assinar nosso blog e receber notificações de novos artigos por email grátis!

Junte-se a 5 outros seguidores

Anúncios